Como educadores, lancemos boas sementes...

.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

FELIZ Ano Novo



Nestas duas últimas semanas, escutei muito a palavra:
                       FELIZ

É FELIZ natal, é FELIZ ano novo, é "que você seja sempre muito FELIZ"...
E eu fiquei pensando nisso. O quanto estar feliz é algo instável, condição flutuante que, dependendo da frequência em que acontece em uma situação, um dia, um ano, te dá a medida da tal felicidade.
 Você esteve feliz ao longo deste ano? Esteve feliz enquanto cozinhava o almoço, buscava os filhos na escola, fazia supermercado, ia á igreja, conversava com um amigo?

Ou a alegria tomou conta de você quando sentiu aquele perfume de pão de queijo caseiro que te lembrou da sua infância, ou quando pensou que seus filhos estão se ajeitando na vida, que seus pais estão vivos e com saúde, que você teve muitas conquistas ao longo do ano que passou...
Pequenos tijolos de felicidade que a gente vai empilhando vida afora.
Alcançar a felicidade é algo tão subjetivo quanto utópico, estava aqui e agora não está mais.
Fazer o possível para estar feliz por mais vezes em um dia, já é um bom começo. Para isso, a gente precisa se fazer essa pergunta de vez em quando, assim de supetão, pegando a si mesmo desprevenido:

 “Peraí, você tá feliz agora?”.

As respostas vão te dar uma ideia do nível de "satisfação do cliente", que no caso é você mesmo.
O passo seguinte é bem clichê. Pergunte-se:

                       O que faz você feliz? 
Vai atrás. A vida é muito curta para ficar deixando para depois. O depois vem tão rápido que… Viu, já passou!
                           Sendo assim, desejo a todos um FELIZ Ano novo!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Feliz Natal!


Os historiadores não confirmam se Jesus nasceu realmente no dia 25 de dezembro. Para mim, que sou cristã, isso não faz a menor diferença!

O importante é que Ele veio ao mundo: nasceu, morreu por nós e RESSUSCITOU!

Este é o grande diferencial de Jesus em relação aos outros líderes e deuses religiosos:
Ele não morreu. Está vivo!

 Essa é a razão da nossa fé e a grande esperança dos cristãos; estar, um dia, ao lado de Deus, por meio de Jesus, eternamente na glória...
                                                      Aleluia!!!!
                                                      De coração, eu e minha família, desejamos que  todos tenham um Feliz natal!

Educando filhos no século XXI

Estive ontem, na igreja batista, fazendo uma palestra sobre " Como educar filhos no século XXI".
Foi um momento muito precioso, pois o público foi muito afetuoso e receptivo.
Falamos sobre a importância dos limites para produzir segurança nas crianças.
Limites devem ser bem estabelecidos e claros.
Destacamos a diferença entre Regra e Combinado.
As regras são inegociáveis e são fundamentais para a formação do caráter. Já os combinados podem ser flexíveis, podem ser negociados com os filhos.

Destacamos o conceito de moral e ética, suas afinidades e diferenças.
A moral está diretamente ligada a punição, enquanto a ética está ligada a generosidade. Um indivíduo ético faz a coisa certa porque acredita naquilo, mesmo que ninguém o esteja vigiando.
A melhor maneira de formar cidadão éticos é através do exemplo. Pais que não respeitam a regras sociais dificilmente terão filhos que o façam.

Falamos sobre a importância de cultivar valores espirituais com os filhos, como uma vida de oração, leitura constante da palavra de Deus, envolvimento em ações solidárias e contribuições financeiras.

Destacamos a diferença entre castigo, punição e disciplina, lembrando que quem disciplina quando está com raiva, não corrige, vinga.

Ao final foi dada oportunidade para o público fazer perguntas.
Uma mãe mostrou-se aflita porque sua filha vem sofrendo " assédios" de uma coleguinha (ambas com 5 anos) que insiste em beijá-la, á força, na boca.
Nossa orientação foi de que ela deve procurar a mãe da criança e relatar seu desconforto e o da sua filha, com a situação. Se a outra mãe não vir problema nisto e se negar a tomar uma atitude, é melhor se afastar por um período, até  que esta fase passe, pois sua filha é muito nova e não tem condições de se defender sozinha nesta situação.
Outra pergunta foi sobre namoro. A filha de 13 anos quer namorar, mas o avô ( com quem a menina mora) acha que ela está muito nova.
Concordamos com o avô, de que a menina está nova, mas um simples NÃO, não resolverá o problema, porque a garota se diz apaixonada. Como sabemos que paixões da adolescência costumam ser fugazes, orientei-o a dizer que vão esperar um tempo e que, após este período, se ela ainda estiver gostando dele, ele permitirá o relacionamento. Será um tempo de amadurecimento da neta e dos sentimentos dela.

Tivemos perguntas sobre como estimular cognitivamente os filhos, como lidar com crianças inquietas demais, etc...etc...etc...muitas dúvidas!

Foi maravilhoso estar ali, contribuindo com os pais para a educação de seus filhos. Agradeço a Deus pela oportunidade!




quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Premiação do concurso de redação

Na noite de hoje, ocorreu, no auditório do Colégio Batista mineiro, a premiação dos alunos que foram contemplados no concurso de redação. O tema abordado foi: " A importância da preservação das florestas". Ao todo, participarem mais ou menos 500 alunos. Foi relatado o alto nível das escritas, que aliás é um dos pilares nos quais a instituição vem investindo em seu trabalho cotidiano.
Para minha alegria, minha filha Paula Pereira Boy, ficou em segundo lugar. Foi uma alegria muito grande! Os alunos ganharam certificado e um e-book, com todas as redações classificadas.Ao lado ela está com o diretor geral, Prof. Valseni Braga e com a coordenadora do sexto ano, Fernanda Maciel.
Abaixo veja a redação da minha filha. Ela faz uma brincadeira com o conto de fadas " Chapeuzinho vermelho" e dá um "SHOW de criatividade e bom humor. Só fico me perguntando uma coisa:
Porque ela não tirou o primeiro lugar? ( kkkCoisas de mãe!!!!)


Chapeuzinho Vermelho e a vovó “moderninha’

- Pela estrada a fora eu vou bem sozinha... Peraí, estou bem sozinha mes­mo. Cadê os bichos? E as árvores?
Chapeuzinho estava mesmo sozinha, na floresta só se via destruição. Pa­rece que a floresta teve u ma “visitinha” indesejada e foi destruída. Ela então continuou:
- Ela mora longe e o caminho é deserto, e lobo mau passeia aqui por perto!
Coooooooooooooorta !!! E agora, cadê o lobo? Bom, vamos continuar sem ele me atacar.
Lá perto da casa da vovó havia uma casa linda, mas com telhas e tijolos, e estava saindo fumaça. Então ela berrou:
- Quem é o dono desta casa?
Então a vovó saiu com uma bandeja de carne de boi e perguntou:
- Quer churrasco, Chapeuzinho?
Chapeuzinho entrou e admirou a bela casa da vovó. No quarto dela estava o lobo, mas morto no chão e em forma de tapete. Chapeuzinho achou aquilo o cúmulo do absurdo e deu “um sermão” de meia hora na vovó, que prometeu nunca mais fazer isso, pois prejudica a natureza, os animais e a biodiversidade do planeta. 


                                                                       Parabéns filhota! Você é especial!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Planejamento de vida e carreira

Tenho sido colunista do jornal interno da faculdade UNINTER, de Curitiba. Na minha coluna escrevo sobre carreira. A proposta são artigos curtos, que informam e fazem refletir. Abaixo segue o último artigo do ano, onde falo sobre planejamento de vida e carreira...


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Dezembro combina com gentileza


Chegamos em Dezembro: Mês de Atos de bondade.
Dê uma flor. Encoraje um amigo. Visite um enfermo.
Dê uma boa gorjeta para o frentista. Convide alguém para lanchar com sua família. Doe sangue. Plante uma árvore.
Faça um café surpresa para os lixeiros. Abra a porta para alguém.
Telefone e ou mande uma mensagem para os lideres de sua igreja, para os amigos próximos e os distantes também...
Dirija com cortesia. Estacione no lugar certo. Compre os remédios da sogra. Lave seu copo. Celebre alguma coisa a cada dia.
De uma oferta para um missionário.
Perdoe. Abençoe quem lhe feriu.
Crie coragem pra procurar alguém que você quer que saiba que você a ama.
E não se assuste se a pessoa mais feliz com tudo isso for você!!!!!

O segredo do casamento duradouro


Este texto de Stephen Kanitz, chegou a mim através do Reinaldo Sln, em uma postagem que ele fez no facebook. É um pouco longo para o padrão das postagens que faço aqui, mas vale a pena pela reflexão que ele nos traz. Divirtam-se!




 O SEGREDO DO CASAMENTO

Meus amigos separados não cansam de me perguntar como eu consegui ficar casado trinta anos com a mesma mulher. As mulheres, sempre mais maldosas que os homens, não perguntam a minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo.

Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo.

Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário. Não sou um especialista do ramo, como todos sabem, mas, dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue.

Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém agüenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade. Eu, na realidade, já estou em meu terceiro casamento - a única diferença é que me casei três vezes com a mesma mulher. Minha esposa, se não me engano, está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes do que eu.

O segredo do casamento não é a harmonia eterna. Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher. O segredo no fundo, é renovar o casamento, e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal. De tempos em tempos, é preciso renovar a relação. De tempos em tempos, é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, voltar a se vender, seduzir e ser seduzido.

Há quanto tempo vocês não saem para dançar? Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial? Há quanto tempo não fazem uma lua de mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção?

Sem falar nos inúmeros quilos que se acrescentaram a você, depois do casamento. Mulher e marido que se separam perdem 10 quilos num único mês, por que vocês não podem conseguir o mesmo? Faça de conta que você está de caso novo. Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a freqüentar lugares desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo e a maquiagem. Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge.

Vamos ser honestos: ninguém agüenta a mesma mulher ou marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas. Muitas vezes não é sua esposa que está ficando chata e mofada, são os amigos dela (e talvez os seus), são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração. Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo círculo de amigos.

Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso. Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar. Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento. Mas, se você se separar, sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas, e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior.

Não existe essa tal "estabilidade do casamento", nem ela deveria ser almejada. O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos. A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensando fazer no início do casamento. Você faz isso constantemente no trabalho, por que não fazer na própria família? É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo.

Portanto, descubra o novo homem ou a nova mulher que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo e interessante par. Tenho certeza de que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças. Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso, de vez em quando é necessário casar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.

Stephen Kanitz é administrador por Harvard
http://www.kanitz.com.br/veja/segredo.asp

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Bate papo na Universidade Estadual de Minas Gerais ( UEMG)

Estive hoje á tarde, com alunas do curso de pedgogia da UEMG, conversando sobre "supervisão escolar". As alunas queriam saber tudo sobre a profissão:
como atuar, principais atribuições e características, habilidades necessárias para o cargo e principalmente:
sobre o mercado de trabalho!
Para decepção de muitas, esclareci que o supervisor escolar, nos dias atuais, é praticamente figura extinta.
Na rede pública não existe mais esta atribuição e na rede privada, tem sido substituída pelo cargo de coordenador pedagógico, que tem uma carga horária extensa e interminável e atribuições ilimitadas...
E o salário? Como todo cargo na áraea de educação, não tem lá muito "glamour"....
O grupo esclareceu as dúvidas, me recebeu com muito carinho e creio que a conversa serviu para nortear as decisões as ajudarão no rumo de suas escolhas profissionais.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Educação x Pobreza


Qual a relação entre a pobreza e a falta de educação em um país? O video abaixo intitulado, VIDA MARIA, retrata a pobreza e a falta de perspectiva de muitas pessoas no Brasil...EU CHOREI!
Vale a pena assistir e refletir.
Um filme emocionante, mas muito triste. É preciso lutar pela Educação no nosso país.
Você vai se emocionar com este video!



segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Educação, Afeto e limites


Estive ontem na Igreja Batista Lírio dos Vales, para ministar uma palestra aos pais com o tema:
Educação, afeto e limites
Criar filhos no sec XXI é um grande desafio! Surpreendeu-me o número de pessoas presentes: como podem ver na foto ao lado, a igreja estava bem cheia!
Isso vem mostrar o envolvimento e interesse destes pais por seus filhos. E ainda, como estão se sentindo perdidos e buscando contato com outros para trocar experiências e elaborar soluções.
Falamos sobre a nova família brasileira, segundo os dados recentes do IBGE.
Famílias, tradicionais, Famílias monoparentais, Famílias recasadas, Famílias ampliadas e Famílias não convencionais.
Destacamos o fenômeno da globalização e as pressões que ela nos traz, bem como suas repercussões para as relações familiares. Por último, falamos sobre as várias facetas da educação e dos cuidados que os pais devem dispensar aos filhos:
Cuidados físicos:
-Alimentação, sono, cuidados pessoais, sexualidade;
Cuidados afetivos:
- Construção da auto estima, através de elogios da pequenas conquistas, valorização das qualidades do seu filho, contatos físicos, como abraço, beijo etc.
Cuidados Pessoais e Sociais:
-Importância da delimitação de regras claras e colocação de limites. As regras sociais devem ser observadas e cumpridas, para que as relações com as pessoas sejam harmoniosas.É necessário também um monitoramento das amizades dos filhos, bem como estar atentos ao que eles estão tendo acesso,  principalmente através da internet.
Cuidados Cognitivos:
-Cuidar do intelecto do seu filho também faz parte dos cuidados essenciais. estimular a leitura, levá-lo em atividades culturais, conversar sobre atualidades e cultura geral.
Cuidados espirituais:
-Ler a bíblia, orar, envolver-se em atividades sociais, contribuir financeiramente.

Foi um momento muito rico e abençoado!
Agradeço a Sandra ( na foto ao lado) pelo convite, e ao pastor, pela confiança. Que Deus abençoe todas as famílias!

sábado, 12 de novembro de 2011

Casamento


Li uma postagem do pastor Jeremias Pereira no facebook, que encontrou ressonância no meu coração e me fez refletir muito sobre o casamento.
Ele falava sobre Janelas e paredes. 
Fiquei pensando que todo casamento precisa de janelas – espaços para contato com o mundo, amigos, familiares e estranhos. E precisa de paredes onde se mantém o segredo, a intimidade, a cortesia e o afeto exclusivo para o cônjuge, as confabulações sobre as fraquezas e decepções, as expectativas não alcançadas e as dores, as coisas íntimas do casal.

 É nas paredes que se exercita o perdão, a confidencialidade, a cumplicidade. Quando as paredes viram janelas o risco de adultério é intenso e o mesmo pode ocorrer a qualquer momento, pois, uma parede começa existir entre a pessoa e seu cônjuge. 

Se você estiver dividindo segredos do seu casamento com amigos ou amigas e não com o seu cônjuge... Tome cuidado!
O caminho, embora possa ser muito doloroso, mas é o mais honesto e  pode abrir caminhos de restauração é chamar e seu cônjuge e dizer das “janelas”que você abriu onde devia ter paredes.

(A figura de “janelas e paredes” foi criada pela Dra. Shirley P. Glass, psicóloga que investiu muitos anos estudando a infidelidade conjugal). 

Com orações por todos os bem casados e felizes, bem casados e chateados, os que estão vivendo um momento difícil no casamento, e os que precisam voltar a colocar parede, onde se abriu uma janela que não devia ter sido aberta.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Montando a árvore de Natal com minha filha

Ontem, eu e minha filha Paula, montamos nossa árvore de Natal. Na foto ao lado, vocês podem constatar que não é apenas convencimento ou corugisse:

Ela ficou linda mesmo!

Adoro esta época!  Recordo-me da minha infãncia, onde arrumávamos galhos naturais para montar nossa árvore de natal. Ás vezes colocávamos algodão, para simular a neve....( não tinha a menor semelhança, mas tudo bem!).
Houve um ano em que colamos bolinhas de isopor, daquelas bem pequenininhas, e achamos que ficou o máximo!
Hoje vejo que o que eu gostava mesmo era daquele afeto que envolvia a família na montagem dos enfeites natalinos. Somos cinco irmãos, e era aquela festa: bolar velas com laços e bolas coloridas, desenhar sinos e pendurar nas portas...
Era tudo tão simples, mas a gente achava tão bonito....
Montar a árvore com minha filha este ano (na verdade, vê-la montar, porque participei pouco) me fez reviver bons tempos e reafirmar em mim a beleza das relações familiares.
Laços a gente constrói no dia a dia. Não devemos deixar pequenos momento passar em branco.
A experiência foi uma delícia!

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Meu filho na final da Olimpída Bíblica do Colégio Batista

Aconteceu hoje, as 7:00 horas da manhã, a final da olimpíada Bíblica do Colégio batista Mineiro.
Abaixo, os 5 finalistas ( o que está com a mão no queixo é o meu filho!) aguardando a chegada dos alunos no auditório do Colégio.


A disputa foi acirrada e meu filho se saiu muito bem, mas, a vez foi mesmo das mulheres!

Stefany levou o primeiro lugar.
 Meu filho ficou em segundo.

Acredito que chegar a uma final, em uma escola que tem tantos alunos, faz de todos eles grandes vencedores! Parabéns a todos e ao Colégio, porque o evento foi muito bem organizado e as perguntas bem inteligentes.

Nesta outra foto, Stefany, que tirou o primeiro lugar, meu filho, que ficou em segundo, e o André, que ficou em terceiro, exibindo os prêmios que ganharam.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Congresso de Mulheres


Aconteceu no sábado, o Congresso de mulheres da Igreja Presbiteriana. Fui convidada para dar uma palestra para as mulheres sobre os desafios que a modernidade nos impõe.
Estiveram presentes várias mulheres, de idades variadas! Conversamos sobre as pressões ás quais somos submetidas cotidianamente.Destacamos alguns desafios a serem transpostos:
Pressão estética- temos que ser magras, bonitas, jovens, arrumadas...Isso é pura ilusão! Todo mundo envelhece, todo mundo engorda, enfim, todo mundo é humano.
Pressão por qualificação e sucesso profissional- somos pressionadas a trabalhar fora, estarmos sempre á frente dos homens, mostar competência... o trabalho fora de casa é visto como a única forma de se obter independência e sucesso. Isso não é verdade. Podemos ser felizes de várias maneiras. É possível às mulheres que não trabalham fora, serem felizes e se sentirem bem sucedidas.
Vimos as repercussões da globalização na vida das famílias, no mercado profissional e destacamos grandes desafios mundiais no combate á discriminação contra a mulher.
Destacamos três pontos principais,segundo a ONU, que carecem de políticas públicas;
A violência doméstica, a mutilação das mulheres na África e o poder de decisão da Mulher.
Destacamos o perfil de algumas mulheres na Bíblia, que nos ensinam muito com suas atitudes.
Com Ana aprendemos a ter mais fé; com Rute aprendemos a ser companheiras leais e amigas; com a mulher que tinha um fluxo de sangue aprendemos a ter persistência e com Maria aprendemos a ter submissão total a Deus.
Ao final foi servido um delicioso lanche!
Agradeço pelo convite. Foi muito bom "bater este papo" com estas mulheres!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sobre livros e apegos

ADORO LIVROS!  Sou leitora compulsiva. Leio tudo: jornal, revista, livro, dicionário, panfleto, folder, bula e manual de instruções. Não pense que estou mentindo. Eu não resisto a um conjunto de letrinhas...
Demorou, mas há pouco percebi: eu não releio rigorosamente nada. Lido, está lido. Sempre quero novidade. Rumino as idéias, mas não releio os escritos.
Talvez lá no fundo da mente algo me alerte ao pouco tempo que terei para ler todos os livros, ver todos os filmes, visitar todos os lugares. Portanto, ler novamente uma história, não cabe.
Então porque tenho este apego a eles? Antes de fazer o comentário abaixo, já vou avisando que vou me contradizer. Vivo dizendo ( inclusive no post que fiz aqui, intitulado "Aliviando a bagagem") que não devemos guardar as coisas que não são mais úteis ou que são demais. Mas tenho que me confessar:
A minha casa não cabe mais tantos livros! Inevitavelmente que, com esse grande amor pelos livros, eles fossem sendo acumulados e apertados em estantes pela casa.
Não gosto de emprestá-los, mas se não vou relê-los, porque guardá-los?
Eu tenho uma amiga que marca os livros, com um marcador super "chic". Ela perfura a página, com a letra inicial do seu nome. A marca fica parecendo um "brasão real". Coisa fina....Eu sempre quis ter um.
Outra amiga me confidenciou que anota o nome das pessoas a quem ela os empresta ..."É pra não esquecer com quem está!", ela se justifica..
Aí vem uma amiga minha e me diz que empresta todos os seus livros. Não sabe pra quem, não sabe com quem estão. Ela disse que o conhecimento é pra circular....E que se não voltarem, farão bem a alguém. 
Concordei com ela! Pra que tanto apego assim? Se não vou reler, pra que reter? É bom abrir espaço para novas publicações na estante, uma vez que nunca consigo ler uma obra de cada vez. Preciso ler vários livros ao mesmo tempo. De preferência, de áreas diferentes.
Não pensem que por dentro está tudo resolvido. "Agora vou doar meus livros, emprestar e ponto final."
Tudo faz parte de um processo. Estou começando a mudar minha forma de pensar. Acho que vou dar alguns livros para amigos conhecidos, pois se o arrependimento bater, pego de volta....Alguém aí se canditada?

sábado, 29 de outubro de 2011

Globalização e Carreira

A globalização nos traz novos paradigmas. Competição acirrada, necessidade de competência e excelência. Não se admite erros, uma vez que as empresas estão cada dia mais exigentes.
O reflexo deste movimento para a carreira é uma necessidade de qualificação e atualização constantes. Estamos na era do conhecimento. O que você sabe hoje, já ficou obsoleto amanhã.
Profissional antenado, atualizado e qualificado é o “sonho de consumo” do mercado atual. Duas palavras resumem o profissional do futuro: flexibilidade e risco.
Ousar, ser criativo, não ter medo de mudanças e estar aberto ás novas tecnologias, fazem parte das habilidades necessárias para o século XXI.
Ser ético também conta ponto. Competição desleal, sem respeito ao próximo e ao meio ambiente não é bem visto por ninguém.
Falar uma segunda, terceira língua é ponto fundamental. Os mercados dialogam em tempo real, em lugares diversos.
Para garantir seu lugar no futuro, comece hoje mesmo a investir nos seus diferenciais e na sua carreira. E não se assuste se a pessoa mais disputada no mercado for você!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Como você se comporta nas redes sociais?


Você tem facebook, orkut, Linkedin, Twitter? As chamadas redes sociais estão dominando o mundo. E não somente o mundo das relações pessoais, mas o mundo das relações corporativas.

Você é daqueles que reclama do chefe, da carga horária de trabalho, dos colegas, do salário nas redes sociais? Tem mania de colocar fotos revelando intimidades demais? Tome cuidado!
De acordo com um estudo realizado pela Reppler, uma empresa internacional especialista em redes sociais, 91% dos recrutadores checam os perfis dos candidatos que participam de processos seletivos.
E sabe o mais curioso nisso tudo? É que 47% deles conferem os perfis logo que recebem o currículo dos candidatos. Por isso, todo cuidado é pouco com as informações que você disponibiliza na rede. Segundo a pesquisa, 69% dos recrutadores já recusaram algum aspirante a vaga por julgarem que os candidatos tiveram um comportamento “inadequado” na web. As redes mais “checadas” pelos empregadores são o Facebook, com 76% de procura, e o Twitter, com 53%.
Para aqueles que não gostam de medir palavras, nossa dica é que usem e abusem de todos os recursos de privacidade que as redes sociais oferecem. Cuide da sua imagem. As Redes são espaços públicos. Tem muita gente observando você!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Emoções na vida profissional e pessoal

Para quem ainda acha que o fator emocional não tem peso decisivo na vida é melhor repensar seus conceitos. A falta de controle emocional gera conflitos, falta de motivação e interfere nos relacionamentos. Pessoas podem ter suas relações prejudicadas se não souberem lidar com as emoções.
Para se ter uma idéia, controlar as próprias emoções é fundamental para promover o crescimento emocional e intelectual.
Além disso, saber usar as emoções favorece as relações com a equipe de trabalho. Não à toa os conceitos da inteligência emocional são bastante conhecidos e utilizados por profissionais que ocupam cargos de liderança. O objetivo de sua aplicação é também a de ajudar outras pessoas a se ajudarem. O emprego de seus componentes une as pessoas e as ajuda a enxergar formas melhores de comunicação, negociação e relacionamento.
Portanto, quando você estiver no trabalho e ouvir dizer “no final tudo deu certo” ou “deu tudo errado”, saiba: certamente a inteligência emocional foi uma das responsáveis pelo resultado.

sábado, 15 de outubro de 2011

Dia do professor

Hoje no Brasil comemoramos o dia do Professor. Uma figura que , sem dúvida, tem uma participação enorme na vida das pessoas.
Há muitos professores em nossas vidas... Há aqueles que tivemos na escola, no ambiente acadêmico e há aqueles que foram mestres cotidianamente.
Meus pais, são meus primeiros exemplos de educadores.
Amigos, amores, parentes. Pessoas com que aprendi a ser quem eu sou.
Meus mestres queridos, que conheci na escola...Cada um teve seu papel na minha formação pessoal e profissional.
Aprendi com um deles, que sem humildade não chegaria a lugar nenhum. Ele me disse:
" Você é uma menina inteligente, então escute um conselho: nunca despreze as pessoas. Todos tem algo a ensinar!"
Foi um belo conselho. Humildade é ingrediente fundamental para o sucesso do professor.
Uma professora me disse:
" Se você escolher a carreira de educadora, nunca mais vai parar de estudar....".
Verdade. Buscar constantemente e renovar as idéias faz parte de uma carreira de sucesso.
E , por fim me lembro de um professor que me disse uma vez:
"A carreira nunca será valorizada, porque não é interessante ( para o governo) ter um povo educado."
Certíssimo. O governo não investe na educação e no educador, porque se fizesse isto, muitos políticos não se elegeriam....
Eu tenho orgulho de ser educadora e ninguém vai roubar isto de mim!
Parabéns colegas, pelo nosso dia!!!!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Qual é o dia das crianças?

Ontem, no Brasil, comemoramos o dia das crianças.
Shoppings abarrotados de pais com seus filhos, filas intermináveis nas lojas de brinquedos e nas praças de alimentação.
É bonito ver esta homenagem, mas há um ditado que diz:
"Angu de um dia não engorda cahorro"!"
Esta relação com os filhos e com as crianças é construída cotidianamente. O afeto requer intimidade e constância. desta forma, você cria laços com o outro.
Os pais devem, não somente amar, mas também cuidar dos filhos. Cuidar da alimentação, da educação, dos relacionamentos, do lado psicológico, do lazer, da espiritualidade.
Reservar um tempo para os filhos na rotina, entre um afazer e outro, entre um programa de TV e outro é o que faz com que você construa uma relação duradoura, de confiança e de afeto com seus filhos.
Pense nisso. Ainda há tempo.
Que tal fazer de todos os dias, o dia da sua criança?

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Esvaziando a bagagem


Li um post no blog de uma amiga que me fez refletir. principalmente porque sou educadora, não sou cidadã comum...
Temos coisas em excesso. Isso é fato.Podemos classificar as coisas que temos em várias categorias: Gosto muito, não gosto, novo, velho, faz parta da minha infância, etc...
Porém a melhor classificação para as coisas, para a vida ficar mais simples é :                 USO, NÃO USO. 
Se uso, fica. Não uso. tchau! Tudo o que você tem na categoria "Tchau" pode ser útil para alguém, pode ser reciclado, vendido, reaproveitado. Você pode optar entre:
Vender, doar ou jogar fora- assim: PUFFF!
E a gente tem que se livrar não apenas dos objetos. Devemos, cotidianamente, rever prioridades em nossa vida, organizar nosso espaço e cabeça, rever convicções, lembranças, trabalho e até relações com certas pessoas. 
Faxina geral. 
Abra espaços e aplique isto de fato, de forma drástica. Não basta jogar fora coisas velhas e estragadas, você também pode se desfazer daquelas coisas novas e impecáveis que não são utilizadas. A roupa que você nunca vestiu, o livro que você comprou e nunca quis ler, o perfume que não era tão bom assim. A centrífuga cheia de pecinhas, você se recusa a usar, a toalha que é pequena para a sua mesa…Casas lotadas são casas pesadas e complicadas de arrumar. Olhe a sua volta, decida do que se desfazer. Esvazie a bagagem...



quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Características do profissional do futuro

Os tempos mudam em uma velocidade assustadora! Na era da informação, quais características identificam o profissional do futuro?
Vamos ver algumas características essenciais. Veja se você se encaixa no perfil do profissional cobiçado. Se não se encaixar, vamos a luta.....

1. Domínio de idiomas e informática

Busquer conhecer um pouco mais sobre como ferramentas tecnológicas podem ser interessantes em seu dia-a-dia, principalmente no trabalho.
Quando falamos de domínio de idiomas, falamos não somente das línguas estrangeiras, mas também da própria língua nativa.

2. Habilidade para trabalho em equipe

O profissional egoísta e individualista está sendo descartado pelas empresas.
Trabalhar em equipe não se restringe mais às grandes corporações com gigantescas equipes para pesquisa e elaboração de produtos.
Algumas empresas têm descoberto, inclusive, que “trabalhar em equipe” com seus concorrentes também pode lhe oferecer benefícios! Pense nisso.

3. Vida familiar e profissional bem estruturadas e em “boa convivência”

Este é um ponto crítico. Muitas vezes para se conseguir o “respeito profissional”, para fazer a nossa marca, sacrificamos e muito diversos aspectos de nossa vida familiar. Entretanto isto não é o que as empresas querem, pois elas sabem que muitas vezes os problemas que os empregados possuem em casa, com suas famílias, acabam indo com eles até o local de trabalho, dificultando assim que o mesmo exerça suas atividades plenamente.

4. Busque aprendizado constante

O verdadeiro profissional do futuro nunca está satisfeito com o que sabe, sempre espera aprender mais, aperfeiçoar-se, tornar-se um profissional melhor do que é hoje ou do que foi ontem.
Várias são as ferramentas que este tipo de profissional pode usar: desde leitura de livros, sites e revistas especializadas a cursos de curta ou média duração .

5. Manutenção de um ambiente estimulador

Outro ponto importante, tanto quanto o trabalho em equipe, é a manutenção de um ambiente de trabalho que seja agradável e estimule o bom trabalho de todos.
Quando esse ambiente torna-se tenso e desagradável, todos passam a trabalhar desconfiados, irritados e buscam exercer suas atividades individualmente, o que pode levar ao fracasso de toda a companhia!

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Consultoria na Escola Municipal Israel Pinheiro

Terça feira estive em consultoria na escola Municipal Israel Pinheiro, no bairro alto Vera cruz, em BH.
O tema dos encontros de formação com os professores é :
Indisciplina e Violência.
A queixa entre eles é unânime:
Ninguém consegue dar aula!
Falta de limite, de educação e ética são recorrentes no cotidiano desta escola. O primeiro momento foi de ouvidoria; os professorae reltaram suas angústias e destacaram sua impotência diante de várias situações de falta de respeito e indisciplina na sala de aula.
Destacamos algumas causas, apontadas por pesquisas, do comportamento desenfreado dos alunos nos dias atuais. A principal delas:
O conflito de gerações: a geração tradicional, os baby Boomers, a geração X e a geração y. Cada geração tem uma caractrística deiferente, daí os conflitos e compotamentos diferenciados.
Nosso trabalho está apenas começando!
Todos se mostraram participativos e animados. o caminho é este mesmo:
Debater ampalamente o tema e buscar, JUNTOS, múltiplas soluções!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

terça-feira, 13 de setembro de 2011

III congresso da familia

Estive em Corinto, Minas Gerais para falar no III congresso da familia, promovido pelo Colégio D. Serafim, em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade.
Foi um  momento muito emocionante e rico. Na foto estou com a equipe das Múltiplas Linguagesns. Eles me convidaram para falar sobre os novos pardigams do Séc XXI.
Falamos sobre as novas gerações, sobre as ondas civilizatórias de Alvin Tofller e sobre a Era Pós Moderna.
Os alunos participaram ativamente da palestra, bem como os pais e professores.
Na foto ao lado um grupo de adolescentes deficientes auditivos canta, na língua de sinais, o hino nacional.
Um momento emocionante!
O Congresso foi muito bem organizado e todos se mostrararm satisfeitos com a programação.
Essa integração entre a familia e a escola é fundamental para o desenvolvimento de um trabalho de qualidade.
Parabéns a todos que participaram!

domingo, 11 de setembro de 2011

Congresso Em Corinto

Estive ontem em Corinto, falando em um Congresso de Educação promovido pelo Colégio Dom Serafim, em parceria com a Prefeitura Municipal de cidade. Na foto ao lado estou com o diretor do colégio, Sr. Roberto Gravito e com a secretária de educação de Corinto, Sra Falviane.
Estiveram presentes pais, alunos, professores e autoridades locais. O evento aconteceu no clube da cidadee tinha quase mil participantes!
Foi um momento muito rico, com trocas de experiências , apresentações de alunos e palestras.
Falei na abertura do congresso sobre o bullying, um mal que assola não só escolas, mas todos os ambientes da sociedade.
Depois fiz o fechamento, falando sobre os novos paradigmas do sex XXI.
Fui muito bem recebida, tanto pelos oraganizadores quanto pelos participantes.

Na foto ao lado estou com a equipe do Ensino infantil e fundamental. Encantou-me a educação da platéia, onde havia adultos, adolescentes e crianças.
Parabenizo a todos que participaram, de alguma forma, seja dando idéias, executando ações ou apresentando números artísticos.
Com certeza este evento ficará marcado na história da cidade e também no meu coração!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Meu novo cartão de visitas

Mandei fazer o meu cartão. Ficou lindo e sofisticado! Quando se encontar comigo, por favor me peça um cartão....

Artigo meu publicado no jornal Tribuna de Santos

Foi publicado um artigo meu, no jornal Escola, Tribuna de Santos. Nele falo sobre a violência que assola a todos nos dias atuais. Destaco o papel da escola e da família na prevenção, identificação e denúncia contra toda forma de violência que acontece com as os indivíduos. Se vocêquiser conferir o artigo é só clicar no link abaixo:

http://hotsites.atribuna.com.br/atribuna/jornalescola/noticias.asp?idConteudo=406&categoria=1

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Entrevista publicada no jornal popular, de Goiânia

Na semana passada dei uma entrevista ao jornal Popular, de Goiânia com o tema:
"Como escolher a escola do seu filho?"
Pois bem, a entrevista foi publicada no domingo passado.
Passada fiquei eu, porque não cortaram nem deturparam NADA do que eu falei. A entrevista ocupou duas páginas! Fiquei muito feliz! Estou analisando a melhor forma de escanear, de forma que fique legível, para disponibilizá-la para todos.
O momento agora é de escolher bem, olhar tudo o que as escolas estão se propondo a fazer.
Parabéns ao jornal pela fidelidade e ética demonstrada.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Qual é o seu diferencial?

O mercado de trabalho brasileiro está em plena ascensão. Há vagas em diversos setores e para uma grande gama de profissionais. Mas, o mercado empregador procura profissionais diferentes, que irão incorporar um novo conhecimento à organização e contribuir para mais ganhos na empresa.


Ser ótimo em sua área de atuação não basta. Isso já se tornou obrigação. Você precisa apresentar um diferencial competitivo, uma qualificação que nada tem haver com sua atividade profissional, algo que o destacará entre a multidão.

Acesse sites, leia livros, aprenda várias línguas, assine jornais. Faça um novo curso, uma pós graduação, um curso de extensão, de curta duração. Ampliar seus conhecimentos fará com que você amplie sua visão, fuja da acomodação e trabalhe a flexibilidade.

O que não pode, de jeito nenhum é ficar parado. Pense em algo e vá correndo garantir seu lugar no futuro!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Os valores do século XXI

Quino, o cartunista argentino autor de Mafalda, desiludido com o rumo deste século no que diz respeito a valores e educação, deixou impresso no cartoon o seu sentimento:




É incrível como o cartunista conseguiu expressar, de forma genial, os valores do século XXI. Como educadora, sinto-me na obrigação de não deixar que estes valores se perpetuem. 
É preciso resgatar muitas coisas: a solidariedade, a ética, a PAZ... Há muito a ser feito. Eu não vou me omitir, e você?

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Te desejo tudo de menos...

Lendo blog de um amigo meu, Jayro Larossa, deparei-me com uma mensagem intrigante. Li, refleti e resolvi que agora desejarei aos meus amigos TUDO DE MENOS.
"Menos ansiedade, menos inimizades, menos coisas entulhando sua casa, menos compromissos que não acrescentam nada, menos hipocrisia, menos coisas no armário, menos mágoas, menos enfermidade circulando no sangue, menos dores de cabeça, menos traiçoeiras fantasias, menos dúvidas sobre o que é fundamental.
 Menos correria inútil, menos culpa, menos medo do futuro, menos cumprimentos constrangidos, menos coisas que se podem comprar, menos dívidas, menos cobranças, menos crítica, menos raiva, menos vazio na alma. Desejo a você a subtração do que faz morrer.
Desejo a você a presença incomparável do Cristo, que nasceu, viveu, morreu e ressuscitou para nos dar o perdão total, a vida eterna. Tudo, menos o mal."

sábado, 23 de julho de 2011

Auto estima é tudo!

Chocou-me sobremaneira a notícia de hoje sobre a morte da cantora britânica Amy Winehouse. O corpo da cantora foi encontrado em seu apartamento hoje em Londres.
Ela tinha sucesso, um voz maravilhosa, dinheiro, fãs, carreira com repercussão mundial... O que mais um ser humano pode querer?
Era sabido de seu descontantamento com toda esta situação, mas porque ela não conseguiu sair desta?
O caminho das drogas é quase sem volta. Como cristã, acredito que sem a  ajuda da fé, é muito difícil vencer esta luta. Pessoas com auto imagem distorcida, com infãncias marcadas por várias turbulências, com problemas pessoais, sociais e afetivos, vêem na droga fuga e solução. Mas o caminho final é um caminho de morte.
A cantora me lembrou outro astro, Michael Jackson. NUNCA vi um artista tão completo e tão talentoso como ele. Mas não se enxergava desta forma. Morreu sem se aceitar, buscando mudar coisas que não podem ser mudadas, como sua cor, por exemplo.
O triste fim destes artistas me faz refletir. é preciso se aceitar. Se amar. Mudar o que pode ser mudado e aceitar aquilo que Deus determinou pra nossa vida.
Como educadora, me pego pensando em quantas coisas posso fazer pelas pessoas ajudando-as a se amarem e cultivarem seus pontos fortes. Estarei atenta.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Debatendo a violência no Programa Bate Papo

Estive hoje pela manhã, juntamente com os deputados Vanderlei Miranda e  João Leite, o promotor de justica Celso lopes, o diretor da associação de pais de Minas Gerais, Sr. Mário e o  ex diretor municipal Ildeu Soares , no Programa bate papo da Rede Super de televisão. Discutimos a violência nas escolas e na sociedade.
Levantamos as causas do tamanho caos diante do qual somos colocados todos os dias. Alunos que não respeitam professores, ameaças, indisciplina generalizada. Quais as causas de tamanha violência?
Nova organização da família, saída da mulher para o mercado de trabalho, globalização, fomento exagerado ao consumo são algumas das varáveis intervenientes neste processo.
Crianças sem referência, famílias ausentes. É urgente um resgate da Instituição familiar. Só haverá engajamento, quando houver políticas públicas que favoreçam e possibilitem a interação e a articulação da família com a escola.
O tema é amplo e deve ser debatdo exautivamente. Na foto estou com o deputado Vanderlei Miranda, o deputado João Leite, o presidente da associação de pais Sr. Mário, o ex diretor municipal Ildeu Soares e o promotor de justiça Celso lopes.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Fracasso escolar e violência: uma relação diretamente proporcional

Estudos sobre violência contra crianças e adolescentes indicam que os principais suspeitos geralmente
são familiares e conhecidos, o que torna difícil a sua denúncia.

Segundo o Ministério da Saúde,menos de 10% dos casos chegam às delegacias. Dentre os tipos de violência cometidos, a violência sexual é a menos denunciada na sociedade brasileira, por várias razões.

 É consenso, entre muitos pesquisadores, que há um severo impacto na vida acadêmica das vítimas de violência.  Há alterações no desenvolvimento cognitivo, na linguagem, na memória e no rendimento escolar. Agressividade, impulsividade e propensão à promiscuidade também têm sido frequentemente relatados.

Na infância e na adolescência, a escola pode ser um local ideal para detecção, intervenção e promoção de fatores de proteção que diminuam a violência e seu impacto sobre o desenvolvimento dos alunos. A escola deve se comprometer com a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes e os educadores devem se engajar na defesa desses direitos.

A atuação do professor na identificação e denúncia da violência é fundamental, principalmente nas primeiras séries, quando os educadores permanecem cerca de quatro horas diárias com as crianças.

Existem alguns sinais, diante dos quais devemos ficar atentos, visando identificação da violência: presença de sinais físicos, faltas às aulas, alteração de comportamento, comportamento sexual inadequado, relato da vítima.Não vamos fechar os olhos para os sinais que as crianças nos demonstram no dia a dia. A escola pode ajudar muito a quebrar o ciclo da violência.

Ela deve procurar conhecer o universo de informações sobre o tema  para delinear um programa que possa capacitar seus profissionais.

Vamos proporcionar um espaço de escuta, de acolhimento, porque podemos fazer muito se nos dispusermos a lutar coletivamente pelas crianças e adolescentes.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Depoimento de professora "cala" parlamentares e secretária de Educação

Em audiência pública realizada no Rio Grande do Norte, uma professora, Amanda Gurgel, surpreende a todos com um relato chocante sobre a situação da educação no país. Ela falou sobre o seu salário, sobre o transporte, sobre as condições das escolas e o mais chocante: sobre a proibição aos professores de comer a merenda, alegando que a mesma é apenas para os alunos.
"Estão me colocando na sala de aula com um giz na mão, para salvar o país? Sou eu alguma redentora? Não posso, não consigo.", relata a professora em forma de desabafo.
A professora surpreendeu porque não foi inflamada, demagoga ou agressiva. Ela relatou com serenidade, com educação, com postura de EDUCADORA.
Todos ficaram calados. Só esperamos que ela seja ouvida a atendida.
VALE A PENA VER O DEPOIMENTO DELA NA ÍNTEGRA. Clique no link abaixo: .
http://www.youtube.com/watch?v=aC3u_hxa4JQ&NR=1

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Atendimento é tudo!!!!

Como todo bom brasileiro, deixamos a nossa declaração do imposto de renda para a última hora. Na sexta feira, foi aquela corrida pelos documentos necessários e um deles era a declaração de pagamento da escola das crianças.
Meu marido resolveu tentar o pedido por telefone, sem esperança, uma vez que havíamos tido problemas com a maioria das instituições a quem pedimos algum tipo de comprovante.
Para nossa surpresa, o atendimento foi o mais cortez possível. A surpresa não estava na cortesia, mas na presteza e na agilidade com que fomos atendidos. O funcionário nos pediu nossos dados e disse que retornaria a ligação tão logo localizasse o que estávamos pedindo. Ele não gastou 15 minutos! Retornou a ligação, enviou a declaração por fax. Simples assim. Agora eu pergunto;
Porque todo mundo não segue este exemplo?
O nome do funcionário é Felipe. Trabalha no Colégio Batista Mineiro.

domingo, 1 de maio de 2011

Antes o sonho era ter um carro. Hoje é conseguir pagar a gasolina....

Tá todo mundo reclamando e...Com toda razão!!!
Antigamente, o sonho era comprar um carro.
Hoje, o sonho é poder andar com o carro.
O preço da gasolina tornou impossível este sonho!!!
É o Brasil....