Como educadores, lancemos boas sementes...

.

sábado, 12 de novembro de 2011

Casamento


Li uma postagem do pastor Jeremias Pereira no facebook, que encontrou ressonância no meu coração e me fez refletir muito sobre o casamento.
Ele falava sobre Janelas e paredes. 
Fiquei pensando que todo casamento precisa de janelas – espaços para contato com o mundo, amigos, familiares e estranhos. E precisa de paredes onde se mantém o segredo, a intimidade, a cortesia e o afeto exclusivo para o cônjuge, as confabulações sobre as fraquezas e decepções, as expectativas não alcançadas e as dores, as coisas íntimas do casal.

 É nas paredes que se exercita o perdão, a confidencialidade, a cumplicidade. Quando as paredes viram janelas o risco de adultério é intenso e o mesmo pode ocorrer a qualquer momento, pois, uma parede começa existir entre a pessoa e seu cônjuge. 

Se você estiver dividindo segredos do seu casamento com amigos ou amigas e não com o seu cônjuge... Tome cuidado!
O caminho, embora possa ser muito doloroso, mas é o mais honesto e  pode abrir caminhos de restauração é chamar e seu cônjuge e dizer das “janelas”que você abriu onde devia ter paredes.

(A figura de “janelas e paredes” foi criada pela Dra. Shirley P. Glass, psicóloga que investiu muitos anos estudando a infidelidade conjugal). 

Com orações por todos os bem casados e felizes, bem casados e chateados, os que estão vivendo um momento difícil no casamento, e os que precisam voltar a colocar parede, onde se abriu uma janela que não devia ter sido aberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário