Como educadores, lancemos boas sementes...

.

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Formação para educadores e aprendizes do CESAM/BH

Estive com a equipe de educadores e aprendizes do CESAM-MG ( Centro Salesiano do Menor), para uma tarde de formação sobre como lidar com a diversidade no cotidiano. No Contexto Salesiano, esta temática pertence à área de Inculturação. Este que está de pé ao meu lado na foto é o Irmão Manoel, que me acompanhou e falou sobre a história da Inculturação na Inspetoria São João Bosco.

Falamos sobre alguns conceitos que acabam por ser influenciados por construções sociais. Racismo, discriminação de gênero, homofobia foram alguns dos assuntos tratados nesta tarde.

Fizemos algumas reflexões sobre a discriminação, as ações afirmativas, as políticas públicas e sobre os paradigmas que precisamos desconstruir.
Analisamos casos reais e levamos todos a pensar qual seria a atuação deles frente as situações apresentadas.

Houve ainda um momento em que as pessoas foram desafiadas a relatar grupos de pessoas que lhes causam desconforto, gerando uma possível discriminação. Houve muita transparência no compartilhamento, o que possibilitou boas trocas.

Foi um rico momento e partilha, de formação, mas principalmente de reflexão.
A discriminação e o preconceito são sentimentos contra os quais devemos lutar cotidianamente.


Gostei muito de participar deste momento! No final ganhei flores e sorrisos! Na foto ao lado estão o Pe Jayro, a Michele e o Azarias.

E quando cheguei em casa e abri meu e-mail olha a mensagem linda que recebi:

Boa noite,
Sr. Priscila,

Quero agradecer sua presença e participação conosco hoje na formação da Inculturação. Foi um grande estímulo para mim que estou a três anos na casa. O tema foi abordado com clareza e despertou o CESAM para respeitar e apoiar a causa. Sou negra, professora e tenho muito orgulho da minha profissão. É ela que garante o pão na minha mesa. Foi um prazer conhece-la. Um forte abraço, atenciosamente,”



Adriana da Silva Ferreira

Instrutora Programa de Aprendizagem

Nem precisa falar da emoção que deu ler esta mensagem não é mesmo? Agradeço a Deus pela oportunidade de levar às pessoas novos olhares e novas possibilidades.


2 comentários: