Como educadores, lancemos boas sementes...

.

sábado, 21 de setembro de 2013

Encontro Nacional de Gestores

Aconteceu, nesta semana que passou, o Encontro Nacional de Gestores das escolas da Inspetoria São João Bosco, da Rede Salesiana de Ensino. O SSEE (Sistema Salesiano de Educação em Escolas) organizou o evento com muito cuidado e carinho. A equipe do SSEE é composta pelo delegado, padre Ricardo Sávio, o gerente Franco Nápoli, a assessora pedagógica Heloísa Fonseca, pela estagiária Luciana e por mim, que também sou assessora pedagógica. Na foto ao lado estão Franco Nápoli, o padre Ricardo  a  Heloísa Fonseca.
Foi um momento riquíssimo de trocas, reflexões, formação e informação.
Todos os sistemas da Inspetoria tiveram a oportunidade de se apresentar, reforçando as  orientações aos gestores acerca de critérios da auditoria interna, Tecnologia da Informação, assessoria jurídica interna e externa, aspectos administrativos e filantrópicos, critérios de contratação e demissão, planejamento financeiro, contabilidade, plano de comunicação e marketing, e ainda, recebemos o consultor da Fundação Dom Cabral, senhor Maurício, com quem estou na foto ao lado, que nos falou resumidamente sobre a
assessoria que vem desenvolvendo há 4 anos com a equipe diretiva da Inspetoria São João Bosco. Uma frase dita por ele me causou grande impacto:
“Não percam tempo treinando pessoas que não tem talento.”
Na quinta feira ouvimos o consultor Tobias Ribeiro, com quem estou na foto ao lado, que nos falou, com
muita propriedade sobre como delinear um bom planejamento estratégico. Ele destacou a importância do gestor fazer um planejamento pessoal, conhecendo-se a si mesmo antes de mais nada. E disse uma coisa interessante: “ O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.
Em seguida dei minha palestra, intitulada:
“Novos paradigmas, novos olhares.”
Destaquei seis paradigmas do século XXI e suas repercussões no cotidiano escolar:
1-      A nova organização da família
2-      O abismo de gerações

3-      A sociedade de direitos
4-      Diversidade
5-      Sustentabilidade
6-      Espiritualidade
O gestor deve estar atento a estas novas demandas e realidades.
 À tarde falamos sobre a inserção de novas possibilidades no ambiente escolar, tais como a educação sexual a matemática financeira, a filosofia para crianças e a robótica.
No dia seguinte, recebemos a educadora e mestre em educação, Sra Rosa Margarida, esta simpática com
quem estou na foto ao lado, que nos falou brilhantemente sobre a promoção da igualdade étnico racial, destacando a lei 10.362 que obriga as escolas a trabalhar a história da África e valorizar as contribuições do negros para a sociedade. Uma palestra maravilhosa, que encantou a todos e esclareceu muitos pontos ainda obscuros.
Em seguida, recebemos a Sra Kátia Smole, esta que está comigo na foto abaixo, mestre e doutora em educação e atualmente responsável por toda a parte pedagógica do material da Rede Salesiana, além de coordenar também os programas de formação continuada. Ela nos falou sobre as tendência da Educação Brasileira e mostrou dados concretos que nos mostram a necessidade de se trabalhar com a tecnologia para alcançar o aluno do século XXI.
Segundo ela, a escola ainda está no século IX e precisamos, urgentemente, avançar em nossas metodologias.
Finalizamos com “cases de sucesso”, onde gestores das nossas escolas puderam compartilhar ações que vem dando certo, que enriqueceram a todos nós.

 Agora é só aplicar tudo o que aprendemos! Que Deus nos ajude nesta nova empreitada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário