Como educadores, lancemos boas sementes...

.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Palestra no Chá de mulheres da igreja Batista Manain



Em antecipação ao dia Internacional da Mulher, fui convidada para dar uma palestra para as mulheres da Igreja Batista Manain,  sobre os desafios que a modernidade nos impõe.
Estiveram presentes várias mulheres, de idades variadas! Conversamos sobre as pressões ás quais somos submetidas cotidianamente.Destacamos alguns desafios a serem transpostos:

Pressão estética- temos que ser magras, bonitas, jovens, arrumadas...Isso é pura ilusão! Todo mundo envelhece, todo mundo engorda, enfim, todo mundo é humano.

Pressão por qualificação e sucesso profissional- somos pressionadas a trabalhar fora, estarmos sempre á frente dos homens, mostrar competência... o trabalho fora de casa é visto como a única forma de se obter independência e sucesso. Isso não é verdade. Podemos ser felizes de várias maneiras. É possível às mulheres que não trabalham fora, serem felizes e se sentirem bem sucedidas.

Vimos as repercussões da globalização na vida das famílias, no mercado profissional e destacamos grandes desafios mundiais no combate á discriminação contra a mulher.

Destacamos três pontos principais,segundo a ONU, que carecem de políticas públicas;
A violência doméstica, a mutilação das mulheres na África e o poder de decisão da Mulher.

Ao final foi servido um delicioso lanche!
Agradeço pelo convite. Foi muito bom "bater este papo" com estas mulheres!

3 comentários:

  1. Foi muito bom mesmo irmã eu estava lá e creio que Deus falou muito ao nosso coração, precisamos nos levantar e orar pelas mulheres que são tão cobradas e ao mesmo tempo tão discriminadas, só o Senhor pra nos dar sua graça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade querida! Vamos orar pelas mulheres oprimidas e infelizes. Que deus renove o ânimo de cada uma delas. Abraço

      Excluir
  2. Sou mulher

    Ivone Boechat

    Sou mulher,
    com as aflições e a inspiração do poeta,
    o esplendor e a serenidade das mães!

    Sou uma canção de ninar,
    experimentadora dos sabores do tempo,
    estrela da constelação familiar!

    Sou letra e música da canção
    do mais puro sentimento
    que a mulher é capaz de cultivar!

    Sou feita síntese do segredo de amar,
    tenho fases minguante e cheia,
    assim como o luar!

    ResponderExcluir