Como educadores, lancemos boas sementes...

.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Generosidade

Pra quem não sabe, hoje é meu aniversário!
Eu adoro esta data, adoro celebrar a vida, o amor de parentes e amigos. Adoro saber que vivi mais uma ano e que ainda tenho muita coisa pra conquistar.
Um episódio que aconteceu hoje me deixou completamente sem palavras.
Parece que a gente não está acostumada a receber generosidade, em um mundo onde as pessoas cada dia mais, só pensam em si mesmas.Pois bem, eis a história.
No meu prédio há uma faxineira, que, de vez em quando vem aqui em casa fazer um ou outro serviço pra mim. Lava  a área privativa, os banheiros, dá uma limpeza na casa, passa as roupas. Mas, ela não é minha faxineira fixa, porque trabalha em outro prédio e não tem horários cheios, ou seja, ela fica a qui por 2 horas, 3 horas no máximo.
O fato é que hoje ela veio pela manhã, para lavar os banheiros e descobriu que era meu aniversário.
Quando ela terminou seus afazeres, ela começou a arrumar a casa toda. Arrumou a sala, os quartos, a copa, passou pano, tirou poeira, passou lustra móveis.
E, na hora de ir embora, não quis cobrar. Eu fiquei atônita, sem saber o que dizer e ela, irredutível, não aceitou o dinheiro.
Até agora não sei se fiz bem em aceitar este "mimo", porque sei o quanto ela conta com este adicional extra em sua receita mensal.
O fato é que a generosidade me pegou de surpresa, e vi tanta sinceridade e pureza no ato dela, que fiquei constrangida de recusar.
O que eu quero no meu aniversário? Ser igual a ela.
Dar aos outros o que eu posso, mesmo que aos olhos das pessoas seja pouco. Compartilhar, valorizar as pessoas.
Eu ganhei um presente, ganhei meu dia, ganhei um exemplo pra toda vida!

Um comentário:

  1. que lindo o gesto dessa pessoa tão simples mas de um coração enorme... foi o modo que ela quis lhe presentear pelo seu aniversário... grande despojamento mesmo sabendo que aquele dinheirinho "suado" poderia lhe fazer falta... foi legal vc ter aceitado porque senão ela iria ficar sentida... vc mereceu porque sempre planta coisas boas e as colhe... um bjo grande... nina

    ResponderExcluir