Como educadores, lancemos boas sementes...

.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Feliz Páscoa!

A Páscoa nossa de cada dia
Por Priscila Pereira Boy- Mestre em educação

A Páscoa é uma festa judaica. Seu nome, “páscoa”, vem da palavra hebraica pessach que significa “passar por cima”, uma referência ao episódio da Décima Praga narrado no Antigo Testamento quando o anjo da morte “passou por cima” das casas dos judeus no Egito e não entrou em nenhuma delas para matar os primogênitos.

Naquela mesma noite os judeus saíram livres do Egito, após mais de 400 anos de escravidão.
Moisés então instituiu a festa da “páscoa” como memorial do evento.

A primeira páscoa foi caracterizada por ser uma celebração familiar. Os participantes pertenciam ao círculo íntimo. Cada família deveria providenciar e imolar o seu próprio cordeiro. Cada família deveria se reunir em seu lar para comer o cordeiro, os pães asmos e as ervas amargas e só compartilhá-lo com o vizinho se sua família fosse pequena demais para consumir o cordeiro inteiro. Cada família deveria espalhar o sangue nos umbrais das portas e janelas de sua própria casa.

Antigamente, a páscoa era somente para Israel e alguns peregrinos estrangeiros que deveriam ser circuncidados para participarem daquele sacramento. Hoje, temos a Santa Ceia, a comunhão, a eucaristia, que se estende a todos os que buscam participar deste sacrífico de Cristo, de forma memorial. Certamente que no passado a páscoa era o sacramento familiar, daquela família com exclusividade, mas a santa ceia é o sacramento de todas as famílias juntas ao mesmo tempo.

Os cristãos hoje, desfrutam de uma bênção maravilhosa que é poder relembrar a morte substitutiva de Jesus na Ceia instituída pelo próprio Cordeiro de Deus. A Páscoa de hoje nos faz relembra a promessa de Deus, de que nos religaria ao PAI por meio de seu filho.
Para os cristãos, a páscoa constitui a maior celebração de todas, pois, se Cristo não tivesse ressuscitado, nossa fé seria vã.

O Convite a ser feito nos dias atuais é que nossa páscoa relembre os momentos marcados pela história. Que haja reunião familiar para partilhar bênçãos e agradecer pelo cumprimento das promessas.
Renovação, esperança, crença, alegria com as infinitas bênçãos que Deus ainda tem para nos oferecer.

A Páscoa nos faz olhar para a promessa de reencontro, de ressurgimento, de vida eterna. Deixar de lado as coisas impossíveis e intangíveis e olhar para ao poder de Deus e suas infinitas possibilidades.

​Para os cristãos, a Páscoa deve ser uma celebração continuada da vinda de Cristo. Que sua Páscoa se repita a cada dia, na certeza de que a libertação eterna e os novos dias virão.

Feliz Páscoa!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário